Tesla lança a tão esperada opção de pagamento Bitcoin

Algumas semanas depois que Tesla enviou ondulações através da comunidade criptográfica com seu investimento de US$ 1,5 bilhões em Bitcoin, o fabricante de carros eletrônicos está nas notícias hoje novamente depois que a empresa abriu oficialmente a porta para pagamentos via Bitcoin.

O mesmo foi anunciado pelo CEO Elon Musk no Twitter, com o tweet do empresário.

„Agora você pode comprar um Tesla com Bitcoin“

O Musk também esclareceu isso,

„Tesla está usando somente software interno e de código aberto e opera diretamente os nós Bitcoin“. A Bitcoin paga à Tesla será retida como Bitcoin, não convertida em moeda fiat“.

A notícia de que a Tesla finalmente aceitou a Bitcoin não é uma surpresa, no entanto. Afinal, o mesmo foi referido pelo arquivo de fevereiro da empresa que declarou categoricamente que em breve aceitará a maior moeda criptográfica do mundo como uma forma de pagamento.

Por conseguinte, Tesla também curadoria uma página especial de perguntas freqüentes para aqueles que queiram se familiarizar com esta opção.

„Pay by Bitcoin capability available outside the U.S. later this year“

Escusado será dizer que o desenvolvimento foi bem recebido pela maioria na comunidade criptográfica, com a pergunta „Quando Lambo?“ provavelmente será substituída por „Quando Tesla?“ em breve.

Nem todos estão satisfeitos, porém, especialmente porque o serviço agora só está disponível para clientes sediados nos Estados Unidos. De acordo com Musk, „Pay by Bitcoin capability available outside the U.S. later this year“.

Além disso, houve outros que questionaram a lógica e a motivação do referido desenvolvimento. Por exemplo, um usuário perguntou,

„O objetivo de Tesla não é ‚acelerar a transição do mundo para a energia sustentável‘? – Surly Bitcoin é o criptograma errado para isso“?

De qualquer forma, tal desenvolvimento é um passo na direção certa para a adoção da criptografia. Na verdade, ele também valida a noção de que as grandes empresas estão dispostas a apostar muito na maior moeda criptográfica do mundo. Deve-se notar, no entanto, que a BTC é a única empresa de criptografia que a Tesla aceita. Neste momento, não está claro se Tesla pressionaria para incluir qualquer outra opção de pagamento criptográfico.

Michael Saylor and MicroStrategy buy more BTC

Even more Bitcoin: Michael Saylor and MicroStrategy buy more BTC

Michael Saylor announced that MicroStrategy has bought another $15 million worth of Bitcoins. Is the company taking advantage of the average cost effect here?

MicroStrategy is blithely continuing to buy bitcoin. CEO Michael Saylor announced the purchase of another 328 Bitcoin (BTC) on Monday. These were paid for in cash and cost the company around $15 million. This equates to an average price of US$45,710 at the time of purchase.

With the investment, MicroStrategy now owns 90,859 Bitcoins. Currently, these are worth around 4.3 billion US dollars. The company has used a kind of Bitcoin Era average cost effect with regard to Bitcoin over the last five months. The average rate on all bitcoin purchases is US$24,063 per coin. Saylor tweeted on Monday:

The firm first bought bitcoin in August 2020

At the time, it bought 21,454 coins worth US$250 million. MicroStrategy bought more BTC at various points towards the end of 2020, eventually amassing over 70,000 coins by the turn of the year.

In February, the company announced it would raise another US$900m to buy Bitcoins again. Eventually, it raised over 1 billion US dollars. Last Wednesday, the company bought another 19,452 coins.

In total, MicroStrategy has spent about 2.18 billion US dollars on Bitcoin. At current exchange rates, the company would have valued Bitcoins at US$4.3 billion. This means that if the company were to sell now, it would have made over US$2 billion in five months. However, that is unlikely to happen any time soon. Saylor previously said that buying Bitcoins was one of the company’s two business goals. The second goal is to further expand its analytics software business.